Buscar
  • Vitor Nicchio Casotti

Volta de torcida pode gerar mais £33 milhões para o Liverpool

Atualizado: Fev 19

Texto por @vitornc8

Governo britânico deve liberar 40% da capacidade dos estádios na próxima temporada (Foto: liverpoolfc.com)

Nesta sexta-feira (17), o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, confirmou que os torcedores poderão voltar aos estádios em outubro, desde que passem por uma série de testes.


O Independent entende que os clubes da Premier League esperam preencher 40% dos estádios. E esse plano para a próxima temporada pode aumentar os cofres do Liverpool em mais de 33 milhões de libras. A capacidade de Anfield seria reduzida de pouco mais de 54.000 para cerca de 21.600 pessoas.

Na temporada 2019/20 não houve nenhum tipo de paralisação no campeonato nacional, e o Liverpool arrecadou 84,2 milhões de libras somando todas as rodadas. Com isso, a temporada 2020/21 significará uma redução de 50,5 milhões desse valor.


Contudo, não deixa de ser um ganho de 33 milhões de libras. Sem o publico, o faturamento geral será de £448,8 milhões. Com 40% da capacidade de Anfield aberta, o faturamento já pula para £482,5 milhões.

O retorno da torcida também pode significar, em parte, um retorno do clima único de Anfield (Foto: liverpoolfc.com)

O retorno dos torcedores é particularmente vital para a Premier League, até porque a liga depende também da renda gerada pelos ingressos. Porém, ainda há várias questões logísticas relacionadas ao distanciamento social que precisam ser resolvidas para garantir que haja um risco mínimo de disseminação do coronavírus.


Dentre as questões que devem ser resolvidas, estão:

  1. Os torcedores não devem ir aos estádios se tiverem sintomas potenciais de COVID-19 ou se tiverem sido expostos a uma pessoa que tenha dado positivo no teste;

  2. O distanciamento social deve ser observado na organização dos lugares;

  3. Devem ser implementados planos de gestão de multidões, incluindo sistemas unidirecionais de entradas e saídas;

  4. Devem ser criadas instalações de higiene adicionais, particularmente nas entradas e saídas;

  5. Deverá ser medida a temperatura dos espectadores;

Também há outras preocupações sobre os fãs que viajam para assistir seus times, seja de carro ou de metrô. E a fiscalização do uso de mascara é importante, devido à probabilidade de gritos e cantos.


Estádios já recebem torcedores na França

Retranca feita por @marcothejunior

Os amistosos do Paris Saint-Germain já contam com a presença de torcedores (Foto: Anne-Christine Poujoulat/AFP/Getty Images)

Após ser um dos primeiros países a cancelar os campeonatos durante a pandemia, a França teve o retorno da torcida autorizado pelas autoridades. E no amistoso entre PSG e Le Havre cerca de 5 mil pessoas estiveram nas arquibancadas.


Para que isso ocorresse, foram seguidos procedimentos de saúde que visam a diminuição da probabilidade de transmissão do COVID-19. Os ingressos foram vendidos apenas no site do clube mandante (Le Havre), os torcedores tinham que respeitar o distanciamento (quem foi acompanhado pode sentar junto), e o uso de máscara era recomendado.