Buscar
  • Mauricio Cruz

Salah vai decidir, eu sinto!

Atualizado: 10 de Mar de 2020


Salah está se sobressaindo temporada atrás de temporada, batendo recordes pelos Reds (Foto: liverpoolfc.com)

Todos sabemos o quão difícil será o jogo contra o Atlético de Madrid em Anfield nessa semana, pelas oitavas da Champions. Os colchoneros acharam um gol no começo do jogo de ida e se encolheram. Virão para Liverpool, fatalmente, com um ônibus vermelho e branco estacionado na frente de Oblak.


Mas, não sei porque diabos, estou com uma sensação de que esse jogo terá um dono: o Rei do Egito. Não sei se por conta da postagem confiante dele no Twitter logo após o primeiro embate: “Anfield Awaits”, algo como “em casa a gente resolve”.


Pode ser por conta do poder de decisão do barbudo com a onze vermelha. Ou também pela partida que ele fez no sábado contra o Bournemouth. Será porque a imagem dele passando pelo excelente (e até então intransponível) Koulibaly naquele um a zero magro contra a Napoli na temporada passada não sai da minha cabeça? Ou pode ser só um sexto sentido, vermelho.


LEIA TAMBÉM: NÃO ESPANHOLIZEM O LIVERPOOL


Obviamente não estamos em nossa melhor fase. Estamos cansados, exaustos da temporada espetacular que fizemos até aqui. Hesitante, o time está vencendo na bacia das almas, na continha do chá. Mas, desde que me conheço por torcedor, sofrimento sempre andou de mãos dadas ao Liverbird. Nunca foi fácil e nunca será, por mais que possa parecer.


Sei que a responsabilidade só aumenta quando falo essas coisas, mas nossa passagem para as quartas nos credenciaria a ser o principal candidato ao troféu. Nem PSG, nem Bayern, nem um dos gigantes espanhois. Seria o Liverpool o time com mais chances de levantar, no nosso caso, a sétima orelhuda.


E o Rei Salah, estou sentindo, vai nos colocar lá. Podem me cobrar! Nunca duvide do sexto sentido de um torcedor apaixonado...