Buscar
  • Lucas Bastos Thimoteo

Opinião: o que esperar das Liverpool Women para 2020/21?

Texto por @Lucas_Timotheo do Made For LFC Women

Rinsola Babajide é uma das principais jogadoras da equipe para a próxima temporada (Foto: liverpoolfc.com)

Uma das perguntas que mais precisamos responder nas últimas semanas foi “o que esperar das Liverpool Women para a próxima temporada?”.


A pré-temporada é sempre o momento ideal para começar a se acompanhar um time, e essa dúvida é normal pra quem está começando a se interessar agora. O que é ótimo, pra mostrar que elas estão alcançando cada vez mais a nossa torcida espalhada pelo Brasil e pelo mundo.


A Vicky Jepson tem com ela um elenco no qual boa parte das jogadoras vêm junto há pelo menos duas temporadas. E outras jogadoras extremamente importantes chegaram nesse meio tempo, como a Melissa Lawley, a Becky Jane e a Jade Bailey, que estão na equipe desde a janela de transferências do verão europeu de 2019, e a Rachel Furness que foi anunciada em dezembro do ano passado.

A tendência é que a equipe mostre mais entrosamento e maior evolução para 2020/21. Contratamos nomes que chegam para assumirem suas respectivas posições na nossa escalação e estaremos em uma liga com nível técnico abaixo do nosso.


Aí você deve estar se perguntando “estamos falando do mesmo time que foi rebaixado?”. Sim, estamos!


As nossas Reds não conseguiram escapar do rebaixamento no campo, nos foi tirada a oportunidade de jogar as últimas rodadas da Women’s Super League no momento que mostrávamos o nosso melhor futebol em muito tempo. A nossa defesa, que foi destaque durante a liga, mostrou força a temporada inteira. E o nosso ataque, que antes era o principal problema, começava a funcionar e muito bem.


Por várias situações as nossas meninas foram melhores que as adversárias durante os 90 minutos. Mas a nossa bola não entrava, e sabemos que no futebol quem não faz leva. Foram sete derrotas pelo placar mínimo e três empates. A gente poderia ter saído com muito mais pontos na soma dessas dez partidas.

Ainda sobre 2019/20, tivemos alguns confrontos contra times da Women’s Championship, e aconteceram goleadas significativas. Pela Continental Cup as Reds venceram por 5-1 as Coventry United Ladies, por 6-0 as Blackburn Rovers Ladies e por 3-1 as Durham Women.


E são dessas atuações sólidas que tiramos as esperanças de uma próxima temporada com resultados melhores. A tendência é a equipe se sobressair na segunda divisão e conseguir voltar bem para a elite inglesa. Se possível ainda, surfar numa onda de boa confiança e buscar posições melhores também nas copas domésticas.


Por ora, não temos muitas certezas, apenas que independente do que aconteça, a Vicky e as suas comandadas não caminharão sozinhas.