Buscar
  • Mauricio Cruz

Demônio exorcizado!


(Foto: Getty Images)

Não era jogo contra o United, mas nosso diabinho interior atendia pelo nome de West Ham. E, nesta tarde, exorcizamos os Hammers ao vencer, em Londres, o time comandado por David Moyes por 2x0.


O jogo começou bem difícil para nós (e para mim também, já que o app oficial de transmissão não funcionava nem a pau). Time encaixotado dentro de uma marcação amarrada dos londrinos. Numa bola comprida e despretensiosa, Firmino dominou, evitou a saída da pelota pela linha de fundo, e pôs na marca do pênalti para Origi (substituindo Mané lesionado), que sofreu a penalidade. Salah, participativo, esperto, ligado, meteu uma cacetada rasteira e abriu o placar.

Apesar de dominar a posse de bola em pleno estádio Olímpico, o Liverpool não picava. Mas também não era ameaçado. Fim de primeiro tempo, 1x0.


No segundo tempo, o West Ham se lançou um pouco mais no ataque. Lanzini perdeu uma chance incrível para empatar, ao acertar a orelha da criança. Muricy, véio da bola, sempre disse que a bola pune. Dito e feito: num pega ratão de cinema, Salah meteu um 3 dedos delicioso para Ox Chamberlain fazer 2x0. Pronto, já era.


Adrenalina baixando, Alisson fazendo milagres espetaculares para garantir o Clean Sheet, Salah acertando a trave e quase fazendo um golão após uma linha de passe +18.


Caraca, são 70 pontos em 24 jogos. Madre mia!


São 19 pontos de diferença do rival City. 22 pro Leicester (nem sei se isso conta ainda).


Senhoras e senhores, oficialmente, temos de saber se seremos campeões invictos ou não.


Porque a taça, acreditem, já é nossa!

Mo Salah chegou ao 15º gol na temporada (Foto: Getty Images)

Melhor em campo: Salah. Bateu no peito e chamou a responsa na ausência de Mané. Fez gol, deu assistência pornográfica, foi menos egoísta e mais decisivo. #Gostamos


Destaque positivo: Alisson. Você se esquece, mas temos o melhor goleiro do mundo. Além de tudo, temos o melhor goleiro do mundo. 3 defesas milagrosas;


Destaque negativo: TAA. Não foi por acertar a nossa própria trave num momento “Trapalhões”. Mas porque estava tímido e subiu pouco no ataque, hoje.


Sábado o adversário da vez é o Southampton, em Anfield, para abrir o mês de fevereiro, e não esperamos menos que uma vitória do maior da Inglaterra! #YNWA