Buscar
  • Mauricio Cruz

Bem vinda de volta, Premier League!

Texto por @MauricioLeCruz

Vamos em busca do bicampeonato! (Foto: liverpoolfc.com)

Se a gente está acostumado a sofrer por três longos meses até a volta da Premier League todos os anos, dessa vez, devido a pandemia da COVID-19, a espera foi menor. Claro, essa maldita doença que leva gente embora todos os dias nos deixou um tempão sem bola na Terra Santa da Rainha (e no resto do mundo) e a volta foi xoxa e sem a emoção que tanto nos cativa. Nos deu a Taça, sim, mas poderia ser melhor.


Mas nesse fim de semana a Premier volta, versão 2020/2021. Ainda sem torcida, sem o calor humano dos míticos estádios ingleses. Esse ponto é válido dizer. A torcida inglesa é sanguínea, visceral, apaixonada. Vivem de futebol. E não ter essa galera no meu Anfield dói.


Triste também não ter torcida no Stamford Bridge, no Cold Trafford, no Craven Cottage, no Selhurst Park, no Etihad (não, pera, esse já não tem torcida mesmo em uma situação normal...). Mas é preciso segurar mais um tempo, é o novo normal. #VemVacina

Se a vibe do campeonato inglês fora dos campos já é acima do normal, dentro das quatro linhas temos (teremos) mais um espetáculo. Batizado por mim como “ritmo de NBA”, a Premier League nos dá vários jogos memoráveis a cada temporada. Super acirrada, dá para falar que 10 times brigam firme por título e/ou vaga nas ligas europeias.


Campeões diferentes também é uma vantagem desta Liga formidável. Leicester, Chelsea, City e o nosso Liverpool. Isso nos últimos 5 anos. O grande Arsenal também quer. O Tottenham sonha há muito tempo. O Everton e o Villa tem camisa pesada. O Leeds vem aí. O meio português Wolverhampton é uma grata surpresa. O Palace é chato. O West Ham já foi maior. Newcastle e Fulham têm história para contar. É muito time!


O atual campeão, nosso Liverpool, imponente, espera o contra golpe dos inimigos. Depois de ser avassalador em duas temporadas, perdendo uma por um ponto, ganhando outra com 300 pontos, sabe que tem um time fortíssimo, com uma fórmula que funciona. É o time do “melhor”. Temos o melhor lateral direito do mundo, o melhor zagueiro do mundo, o melhor lateral esquerdo, melhor goleiro. De quebra, temos Salah, Firmino e Mané.


O Manchester City fez compras pontuais para se manter como nosso principal concorrente. O Chelsea comprou um time novo (no papel, muito bom) com todo o dinheiro represado pela punição que estava sofrendo nas últimas janelas. Virão fortes. O Manchester United não pode ver seus rivais sobrando, contratou Van de Beek e ainda está ativo na janela. Já tem um elenco equilibrado. O Arsenal aposta numa molecada misturada com suas estrelas, como Auba e Laca. Numa prateleira abaixo, vejo os Spurs, o Everton, o Leicester e os Wolves. Na realidade, todos querem nos tirar do trono.


A primeira já é interessante. Na realidade, na Premier, todas são. Louco Bielsa traz o seu Leeds de Rodrigo Moreno no Anfield. Que legal! Domingo ainda reserva um excelente Tottenham x Everton. Que as outras ligas me desculpem, mas nada é igual a minha, a sua, a nossa Premier.


Bem vindo de volta, Premier League!


E que o reinado do Rei vigente dure, ao menos, mais uma louca temporada!


#YNWA