Buscar
  • Felipe Sales

32 anos de Hillsboroug: A maior tragédia do futebol inglês


Texto por @_salesfelipe da @lfcbrnews


(Foto: Reprodução/Liverpoolfc.com)


No dia 15 de abril de 1989 aconteceu um dos maiores incidentes da história do futebol mundial. Durante o confronto entre Liverpool e Nottingham Forest pela semifinal da Copa da Inglaterra, 96 torcedores dos Reds morreram e outros 700 ficaram feridos devido a superlotação que aconteceu no setor destinado a torcida do Liverpool no estádio de Hillsborough.


A vítima mais jovem do desastre foi Jon Paul Gilhooley de apenas 10 anos, Jon era primo de Steven Gerrard. Stevie decidiu se dedicar ao futebol e jogar pelo Liverpool em homenagem ao seu primo. Nesse mesmo ano ele entrou nas categorias de base dos Reds.


A tragédia culminou em diversas mudanças no comportamento do torcedor inglês nos estádios, foi responsável direta pela modernização do futebol na terra da rainha. O Liverpool se recusa a atuar no dia 15 de Abril desde então, pois o clube acredita que a data deve ser dedicada exclusivamente a homenagens para as vítimas e em respeito aos seus familiares.


Todos os anos, o clube, diretoria, comissão técnica, jogadores e eternos ídolos se unem para que as memórias dos 96 mortos não sejam esquecidas. Em 2018, Kenny Dalglish foi nomeado "Sir" pela coroa britânica por conta de seus atos solidários, principalmente com as vítimas do desastre.


Hoje, no AXA Training Centre, atletas, membros da comissão técnica e o capelão do clube, Bill Bygroves, fizeram um minuto de silêncio em homenagem às vítimas de Hillsborough.

(Foto: Reprodução/Liverpoolfc.com)